sexta-feira, 18 de maio de 2012

E hoje eu senti sua falta como sempre sinto, mas de forma diferente, um aperto no peito, uma dor latejante.
É seu aniversário e não posso te abraçar, me sinto impotente...o dia está estranho, parece que o tempo não passou mesmo depois de 13 anos sem você.
Volto a escrever no blog só para despejar uma pouco da saudade que está me sufocando.
Tento disfarçar porque os preparativos para a festa da mãe e da sobrinha já começaram, mas isso tudo só me faz lembrar que a comemoração era sempre a três...falta você e sempre faltará!!
Por isso eu digo: feliz aniversário meu pai, onde quer que o senhor esteja.



3 comentários:

Camila Domingues disse...

Poxa, que triste!
Mas fico feliz que consegues escrever nesse espaço rumores da tristeza da dor e da perda que sentes, mas o amor mesmo em si não morre,vc sabe, permanece ali, quieto as vezes, mas por outras balança e tb dói... mas por fim é lindo de se sentir!
:)

Lu disse...

"...mas o amor mesmo em si não morre..."
Verdade querida amiga, obrigada por visitar meu cantinho.

Beijos =*

Mayla: Doida e Santa ;) disse...

heeeeei Lú (primeiro amo esse Lú - pessoas queridas tem esse apelido, rs;) seu blog é uma belezura flor, belezura mesmo, gosteeei mesmo daqui, reúne as verdades que eu acredito, as músicas que eu gosto. aqui é o lugar certo de estar! ;)

PARABÉNS .