quarta-feira, 25 de março de 2009

Sem PRÉ-julgamentos!

Quando o outro não faz...
é preguiçoso.
Quando você não faz...
está muito ocupado.

Quando o outro fala...
é intrigante.
Quando você fala...
é crítica construtiva.

Quando o outro se decide a favor de um ponto...
é "cabeça dura".
Quando você o faz...
está sendo firme.

Quando o outro não cumprimenta,
é mascarado.
Quando você passa sem cumprimentar...
é apenas distração.

Quando o outro fala sobre si mesmo,
é egoísta.
Quando você fala...
é porque precisa desabafar.

Quando o outro se esforça para ser agradável,
tem uma segunda intenção.
Quando você age assim...
é gentil.

Quando o outro encara os dois lados do problema,
está sendo fraco.
Quando você o faz...
está sendo compreensivo.

Quando o outro faz alguma coisa sem ordem,
está se excedendo.
Quando você faz...
é iniciativa.

Quando o outro progride,
teve oportunidade.
Quando você progride...
é fruto de muito trabalho.

Quando o outro luta por seus direitos,
é teimoso.
Quando você o faz...
é prova de caráter.

Portanto...
Quando pensares em julgar o outro...
Olhe primeiro para dentro de você...
Em muitos julgamentos mesquinhos, julgamos a nós mesmos na figura do outro. (Autor Desconhecido)

P.S: Show esse texto!

3 comentários:

Sam disse...

Oi Lú! Adorei...

nos faz pensar a respeito de nossas atitudes para com as pessoas, e refletir acerca do que consideramos ser tudo culpa do outro.

bem como aquela história: antes de dizer que os lençois no varal do vizinho foram mal lavados, observe primeiro se os vidros de sua janela é se não estão sujos.

Meu beijo pra você, moça!

O Profeta disse...

Ninguém deve julgar...ninguém...


Doce beijo

maria laura ( a má ! ) disse...

Olá querida!
Adorei seu post . Realmente é sempre assim mesmo: quando é pra falar dos outros, todo mundo está sempre pronto para julgar. Mas quando é sobre nós mesmos, sempre temos uma desculpa na ponta da língua (por pior que seja). Como disseram no comentário acima, ninguém deve julgar ninguém !

um beijão ! :*